Quarta, 19 de Janeiro de 2022
29°

Pancada de chuva

Paraíso do Tocantins - TO

Justiça Tocantins

Seciju realiza projeto de cultivo de milho como atividade pedagógica para adolescentes do Case

Projeto foi iniciado em novembro pelo agente de segurança socioeducativo e está sendo realizado juntamente com servidores da Unidade

07/01/2022 às 16h30
Por: Portal ToNotícias Fonte: Secom Tocantins
Compartilhe:
Plantação foi iniciada em novembro de 2021 e colheita está prevista para final de janeiro deste ano - Foto: Seciju/Governo do Tocantins
Plantação foi iniciada em novembro de 2021 e colheita está prevista para final de janeiro deste ano - Foto: Seciju/Governo do Tocantins

Fortalecer os vínculos entre os adolescentes, que cumprem medida socioeducativa, e incentivar o trabalho cooperativo são alguns dos objetivos de um projeto de cultivo de milho idealizado pelo servidor do Sistema Socioeducativo do Tocantins com a participação de adolescentes do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) de Palmas, ligado à Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju). O Projeto foi iniciado em novembro pelo agente de segurança socioeducativo, Basílio Morais, e está sendo realizado juntamente com servidores da Unidade.

A plantação começou em novembro de 2021 no Case e conta com apoio dos socioeducandos que participam do plantio, da manutenção e também vão poder contribuir na colheita prevista para o final de janeiro deste ano. Após a colheita, os milhos farão parte da alimentação no próprio Centro e também serão doados para instituições de caridade.

O agente de segurança socioeducativo que teve a ideia do projeto e levou as sementes para plantação, Basílio Morais, ressalta que o sucesso se deu pelo trabalho em equipe. “A ideia é fazer com que os adolescentes participem e vejam os resultados do seu trabalho. Por serem plantações de ciclo curto e que não dependem de tantos cuidados, a colheita deve acontecer até o início de fevereiro, fruto do apoio da gestão e dos servidores que atuam nos plantões”, afirmou.

Para um dos adolescentes que participa da atividade, essa é uma forma de contribuir com o seu próprio desenvolvimento. “É um projeto que me ajuda pessoalmente, pois estou perto de sair. Tenho gratidão em poder ajudar e estou gostando dessa atividade”, relatou.

O chefe interino do Case, Ribamar Brasil, reforça que a forma como a iniciativa acontece auxilia na união entre os envolvidos. “A importância desse projeto para os adolescentes é a forma como ele é desenvolvido, com a participação de todos, estimulando a cooperação e a vida social. É uma troca mútua entre agentes e adolescentes”, ressaltou.

(Colaboração: Márcia Rosa/Governo do Tocantins)

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias