Sábado, 21 de Maio de 2022
29°

Tempo aberto

Paraíso do Tocantins - TO

Polícia Polícia Civil

Integrantes de grupo que espancou indivíduo até a morte são indiciados pela Polícia Civil na região sudeste do estado

Crime teria sido praticado após um desentendimento banal entre a vítima e os investigados

09/05/2022 às 18h15
Por: Matheus Lima Fonte: Secretaria de Segurança Pública
Compartilhe:
Foto - Divulgação
Foto - Divulgação

A Polícia Civil do Estado do Tocantins (PC-TO) concluiu nesta segunda-feira, 9, as investigações que apuraram as agressões que resultaram na morte de um jovem, de 24 anos, na cidade de Taguatinga. Na ocasião, dois indivíduos, ambos com 18 anos, foram indiciados pela prática dos crimes de homicídio qualificado e também corrupção de menores, já que o espancamento da vítima teve a participação de um adolescente de 14 anos. 

As investigações foram realizadas pela equipe da 103ª Delegacia de Polícia Civil sob a coordenação do delegado Lucas Rodrigues. O fato ocorreu na madrugada do dia 1º de maio de 2022 nas proximidades da feira do município, quando dois indivíduos, juntamente com um adolescente de 14 anos passaram a agredir a vítima com chutes e murros, todos desferidos na região da cabeça e rosto. 

Segundo afirma a autoridade policial, o local vem sendo utilizado durante as madrugadas para o comércio e uso de drogas por populares, fato que resultou em um desentendimento entre os investigados e a vítima, que por fim, culminou no seu óbito. 

As cenas de agressão foram gravadas por câmeras de vigilância das proximidades, sendo que após o crime, os investigadores ficaram observando de longe a vítima agonizando, até que populares acionaram o serviço médico. No entanto, a vítima foi a óbito ainda no local. O laudo de exame cadavérico atestou que a vítima sofreu diversas lesões no rosto e cabeça, regiões letais, o que é compatível com o histórico de espancamento, conforme afirmação do médico legista. 

Os investigados também foram indiciados pela prática do crime de corrupção de menores, pois atraíram um adolescente de 14 anos, para a prática criminosa, o inserindo no contexto do crime de homicídio. O adolescente teve efetiva participação na morte da vítima, pois foi um dos autores das agressões. 

Da fuga dos investigados

Após o crime, os investigados e o menor, fugiram com o auxílio de um terceiro indivíduo, de 20 anos, o qual foi identificado e indiciado pelo crime de favorecimento pessoal. Os homens estão presos e o menor apreendido, à disposição do Poder Judiciário. O inquérito foi remetido para o Ministério Público que vai decidir quais providências legais irá adotar.

Segundo o delegado Lucas Rodrigues, os indiciamentos dos investigados e a completa elucidação do caso são muito importantes, uma vez que o crime foi praticado em via pública e chocou a população pela crueldade e violência.

“Tão logo a Polícia Civil entrou no caso foi possível reunir elementos de autoria e materialidade do crime e dessa maneira foi realizado os indiciamentos conforme determina a lei”, disse a autoridade policial.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Paraíso do Tocantins - TO Atualizado às 13h15 - Fonte: ClimaTempo
29°
Tempo aberto

Mín. 16° Máx. 30°

Dom 31°C 18°C
Seg 32°C 19°C
Ter 32°C 21°C
Qua 33°C 22°C
Qui 34°C 21°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Ele1 - Criar site de notícias